Década de 1980

                  A década de 1980, ou simplesmente década de 80, conhecida ainda como anos 80, foi o período de tempo entre 1 de janeiro de 1980 e 31 de dezembro de 1989. Foi um período bastante marcante para a história do século XX segundo o ponto de vista dos acontecimentos políticos e sociais: é eventualmente considerada como o fim da idade industrial e início da idade da informação, sendo chamada por muitos como a década perdida para a América Latina.

Guerras internacionais

Invasão de Granada, 1983.

Retirada soviética do Afeganistão, 1988.


Nas guerras mais notáveis da época incluem-se:
A Guerra Fria (1945–1991)
Invasão soviética do Afeganistão (1979–1989) - uma guerra travada ente a União Soviética e a Resistência Islamista Mujahideen do Afeganistão. Os mujahideen tiveram o apoio de várias fontes que incluem Estados Unidos,Arábia Saudita, Paquistão e outras nações muçulmanas, em contexto com a Guerra Fria e o conflito regional Índia-Paquistão.
Invasão de Granada (1983) - a invasão de Granada em 1983 comandada pelos Estados Unidos, desencadeada por um golpe de estado militar que depôs um breve governo revolucionários. A invasão bem sucedida levou a uma mudança de governo, mas foi controversa devido a acusações de imperialismo americano, a política de Guerra Fria, o envolvimento de Cuba, o estado instável do governo de Granada e ao status de Granada como reino da Commonwealth.
Conflito Israelo-Árabe (Princípios do século XX - presente)
Guerra do Líbano de 1982 – O Governo de Israel ordenou uma invasão como resposta à tentativa de assassinato contra o embaixador israelita no Reino Unido, Shlomo Argov, pela organização e, devido aos ataques terroristas constantes, no norte de Israel, por parte de organizações sediadas no Líbano. Depois do ataque ao OLP, assim como a forças sírias, de esquerda e muçulmanas libanesas, Israel ocupou o sul do Líbano e mais tarde cercou o OLP em Beirute ocidental, submetendo-os a um bombardeamento pesado.
A Guerra Irão-Iraque decorreu entre 1980 e 1988. O Iraque era acusado de usar armas químicas ilegais contra forças iranianas e os seus próprios dissidentes curdos. Ambos os lados sofreram inúmeras baixas, mas o pobremente equipado exército do Irão sofreu mais por isso, sendo obrigado a usar jovens de 15 anos como soldados em ataques. O Irão finalmente concordou com o armistício em 1988.
A Argentina invadiu as Ilhas Falkland (ou Ilhas Malvinas, como são conhecidas nos países de língua castelhana), desencadeando a Guerra das Malvinas. Decorreu de 2 de Abril de 1982 a 14 de Julho de 1982, entre a Argentina e o Reino Unido, sendo que as forças britânicas lutaram de modo a recuperar a possessão das ilhas. O Reino Unido saiu vitorioso desta guerra e a sua posição na cena internacional e longa e decadente reputação de potência colonial recebeu um impulso inesperado. Por outro lado, a junta militar da Argentina foi humilhada pela derrota. E o seu líder, Leopoldo Galtieri, foi deposto três dias depois do fim do conflito. Uma investigação militar conhecida como relatório Rattenbach informou, mais, recomendou, que este deveria ser executado.
Os Estados Unidos lançaram um bombardeamento aéreo sobre a líbia em 1986, em retaliação ao apoio da líbia a ataques terroristas a pessoal dos EUA na Alemanha e na Turquia.
A Guerra de fronteira sul-africana entre a África do Sul e a aliança entre Angola, Namíbia e Zâmbia terminou em 1989, pondo um termo a trinta anos de conflito.
Os EUA estiveram comprometidos com vários conflitos, directa ou indirectamente, durante a década de 80, fosse através de alianças com vários grupos num vasto número de países da América Central e do Sul, sob o pretexto de se opor à disseminação do comunismo e de por fim ao tráfico de droga. O governo americano auxiliou as tentativas do governo colombiano de destruir a vasta rede de tráfico ilegal de cocaína do país e, apoiou o governo militar de direita na guerra civil de El Salvador, que mais tarde gerou controvérsia, depois do massacre de El Mozote a 11 de Dezembro 1981, em que paramilitares salvadorenhos, treinados pelos Estados Unidos, mataram 1000 civis. Os USA, juntamente com membros da Organização dos Estados das Caraíbas Orientais, invadiram Granada em 1983. Em 1986 irrompeu o caso Irão-Contras, no qual figuras chave da CIA facilitaram o tráfico de armas para o Irão, que estava sujeito a um embargo internacional de armamento, para assegurar a libertação de reféns e para financiar os Contras nicaraguenses. Em Dezembro de 1989 começou uma acção militar dos EUA para derrubar o seu presidente do Panamá, Manuel Noriega.
A Batalha de Cuito Cuanavale foi parte da Guerra Civil de Angola e da Guerra de fronteira sul-africana, e deu-se de 1987 a 1988. A batalha envolveu a maior luta em África desde a Segunda Guerra Mundial, entre forças militares de Angola, Cuba (forças expedicionárias) e Namíbia, contra forças militares da África do Sul e dos dissidentes angolanos da UNITA.
A Guerra de Nagorno-Karabakh entre o Azerbaijão e a Arménia começou em 1988 e durou 6 anos.


Guerras civis e de guerrilha

Os conflitos internos mais notáveis nesta década foram:
O Protesto na Praça da Tiananmen em 1989, na República Popular da China, em que manifestantes pró-democracia exigiam reformas políticas. Os manifestantes foram esmagados pelo Exército de Libertação Popular.
A Primeira Intifada na Faixa de Gaza e na Cisjordânia começou em 1987 quando Palestinianos montaram um protestam em larga escala contra a presença militar israelita nos dois territórios, que os palestinianos reclamam como seus. A Intifada depressa se tornou violenta quando o exército de Israel e os militantes Palestinianos lutaram pelo controlo dos territórios em disputa. A Primeira Intifada continuaria até terem início as negociações de paz entre a Organização pela Libertação da Palestina (OLP) e o estado de Israel, em 1993.
Guerra Civil Libanesa (1975–1990) - Ao longo da década, o Líbano esteve debaixo de uma guerra civil entre a fação cristã e a muçulmana.
A Frente de Libertação Nacional Socialista Kanak deu início a uma campanha violenta pela independência da Nova Caledónia.
As tentativas da Greenpeace de monitorizar testes nucleares franceses em Moruroa foram interrompidas pelo afundamento do Rainbow Warrior.
A Segunda Guerra Civil Sudanesa irrompe em 1983, entre o governo muçulmano do Sudão, a norte, e os reberldes seccionistas não-muçulmanos, no Sudão do Sul. O conflito continua até aos nossos dias através do genocídio do Darfur.
Peru enfrentou o início de um conflito interno pelo Movimento Revolucionário Túpac Amaru, de índole comunista, em 1980, que continuaria até aos finais da década de 90.
O ditador haitiano Jean-Claude Duvalier foi derrubado por uma revolta popular a 6 de fevereiro de 1986.


Golpes

Os golpes de estados mais proeminentes da década incluem:
A Nigéria sofreu múltiplos golpes militares em 1983 e em 1985.
Sitiveni Rabuka encenou dois golpes militares nas Fiji em 1987 e declarou o país uma república no mesmo ano.


Ameaças nucleares

O F-16A Netz '243' da Força Aérea Israelita que foi pilotado pelo Coronel Ilan Ramon durante a Operação Ópera.


Operação Ópera - em 1981 um ataque aéreo israelita surpresa destruiu um reactor nuclear iraquiano em construção, em Osirak. A inteligência militar de Israel assumiu que este teria o propósito de produzir plutónio no programa de armas nucleares do Iraque. Os serviços secretos de Israel também acreditavam que o verão de 1981 seria a sua última hipótese de destruir o reactor antes de ele ser carregado com combustível nuclear.
A decisão do Presidente Reagan de estacionar misseis nucleares de médio alcance na Europa Ocidental provocou uma vaga de protestos que envolveram mais de um milhão de pessoas.


África

O Zimbábue torna-se independente e deixa de ser colónia do Reino Unido em 1980.
Acontece a Segunda guerra civil sudanesa.
Os Estados Unidos bombardeia a Líbia em 1986 por acusar o país de apoiar grupos terroristas.
O Presidente egípcio Anwar Sadat é assassinado em um desfile militar no Cairo, em 6 de outubro de 1981.
A Nigéria sofre vários golpes militares entre 1983 e 1985.
A Fome de 1984-1985 na Etiópia ocorre, resultando em esforços internacionais para ajudar o povo etíope, incluindo o famoso concerto Live Aid, em Julho de 1985.
A batalha de Cuito Cuanavale acontece durante a Guerra Civil Angolana e a Guerra da Fronteira Sul-africana.
A Guerra da Fronteira Sul-africana termina em 1989.

O presidente americano Ronald Reagan teve papel essencial no fim da Guerra Fria e ganhou muita popularidade por adotar políticas econômicas neoliberais.


Américas

Dez mil cubanos procuram asilo político na embaixada peruana em Havana em 1980.
Inicia-se um conflito interno no Peru pelo movimento comunista Revolucionário Túpac Amaru em 1980 e continua até 1990
O famoso músico John Lennon é assassinado em 1980 nos Estados Unidos
É realizado um referendo no Canadá pela separação parcial ou não da província de Quebec do resto do país, em que acaba sendo decido por 59,56% pela não separação.
Acontece a Guerra das Malvinas.


Fatos marcantes

Desenvolvido o IBM PC e o Apple Macintosh e as primeiras interfaces gráficas: o XFree86, Windows e o MacOS;
Desenvolvimento do CD;
Lançamento da estação espacial MIR, da União soviética;
Popularização dos BBSs;
Início da fabricação dos computadores pessoais, ou PCs (estes ainda muito primitivos), walkmans e videocassetes;
Início do Software Livre (Projeto GNU, Free Software Fundation).
Descoberta da AIDS
O casamento do Príncipe de Gales, de 33 anos com Lady Diana Spencer, de 20. Futuramente, "Lady Di" se tornaria uma das mulheres mais famosas e adoradas do mundo, e os príncipes se separariam, causando escândalo no Reino Unido.

Promulgação da Constituição de 1988. Foto: Agência Brasil.


Política

No Brasil, o atentado do Riocentro (1981) e a morte de Tancredo Neves (1985), a criação da nova Constituição Brasileira em 1988, ensejaram mudanças radicais nos rumos políticos do país; no mundo, o atentado contra o Papa João Paulo II e eleição de Ronald Reagan nos Estados Unidos e de Margaret Thatcher no Reino Unido marcariam toda a década de 80 e traçaram a política neoliberal que hoje é apanágio da maioria dos países capitalistas . Fevereiro de 1980: fundação do PT (Partido dos Trabalhadores) em São Paulo.
1981: Rondônia deixa de ser território e passa ser um estado da federação.
1984: Movimento "Diretas Já" (movimento que pedia a volta das eleições diretas para presidente do Brasil).
1985: Tancredo Neves é eleito, de forma indireta, presidente do Brasil. Porém, morre antes de assumir o cargo. Assume o vice-presidente José Sarney. Fim da Ditadura Militar no Brasil.
1988: Amapá e Roraima deixam de ser territórios e passam a ser estados brasileiros.
5 de outubro de 1988: promulgada a Constituição Brasileira (em vigor até os dias de hoje).
Outubro de 1988: criado o estado de Tocantins.


Música

Este artigo ou secção possui passagens que não respeitam o princípio da imparcialidade.
Tenha algum cuidado ao ler as informações contidas nele. Se puder, tente tornar o artigo mais imparcial.
(Justifique o uso desta marca na discussão do artigo)

Iron Maiden.

Já o hard rock também recebe novas influências, com batidas mais fortes e sons de guitarras mais pesados, o que trouxe ao público um dos gêneros musicais mais populares da década: o heavy metal, que, na sequência, também gerou inúmeras vertentes ainda mais rápidas e pesadas, como o thrash metal, speed metal e o black metal. Alguns exemplos que se consagram na década neste gênero do rock foram as bandas Iron Maiden e Judas Priest na versão clássica do heavy metal; e os grupos Metallica, Slayer, Megadeth e Anthrax, no thrash metal. Conservando as raízes do hard rock, também merecem destaque os longos períodos de sucesso que tiveram as bandas Bon Jovi, Van Halen, AC/DC,Guns N' Roses, Def Leppard, Whitesnake , The Cure , Lloyd Cole and the Commotions, além do Xutos & Pontapés e do GNR[1] e Scorpions no decorrer dos anos 80.
Outras inúmeras bandas de rock e pop surgiram nos anos 80: A-ha, U2, The Police, Duran Duran. Algumas, surgidas em meados dos anos 70, só se consolidaram na década de 80; no Brasil, RPM, Ultraje a Rigor, Titãs, Legião Urbana, 14 bis, Barão Vermelho, Kid Abelha, Ira! entre outras.
Os anos 80 são conhecidos também como a década da música eletrônica. Nesta época, o New Wave e o Synthpop se tornam os gêneros musicais mais vendáveis e populares, assim como toda a estrutura da Dance Music. Surge a MTV e o hip hop; advento da música eletrônica nas pistas de dança e as primeiras raves. No underground é criado o rótulo "música industrial" para bandas eletrônicas mais experimentais e obscuras, além de diversas bandas de rock de garagem que dariam origem ao grunge na década de 1990. Foi nos anos 80 que surgiu a vertente da música que mais originou variantes, a House music. Inspirada em experimentações sobre batidos dos anos 70, principalmente a disco music, teve como principais representante: Bomb the Bass, S'express, gino latino, Coldcut, entre outros. Em 83 surgiu no underground a sub-cultura gótica (Ver artigo: Gótico (estilo de vida)) na Inglaterra, denominada incialmente como "Dark" no Brasil sendo esta derivada do gênero Pós-punk.
No Brasil foi lançado o primeiro Rock in Rio (1985). É inaugurado o Sambódromo na cidade do Rio de Janeiro em 1984. Consolidavam-se o estilo musical da MPB, ou música popular brasileira (surgido na segunda metade da década de 1960), e as bandas de música pop e de rock and roll, como Legião Urbana, Ultraje a rigor, Engenheiros do Hawaii, Titãs, RPM, Claudio Zoli (com a banda Brylho e Solo). A MPB consagrou a posição de destaque das vozes femininas na música brasileira;[2][3] entre os fenômenos individuais destacam-se Elba Ramalho, Simone, Marina Lima, Maria Bethânia, Zizi Possi, Fafá de Belém, Elis Regina, Gal Costa, Rita Lee, Rosana e Joanna. Dentre as vozes masculinas, Caetano Veloso, Chico Buarque, Milton Nascimento, Tom Jobim, Guilherme Arantes, Flávio Venturini, Ivan Lins e Gilberto Gil.
Dentre os artistas internacionais mais carismáticos, destacam-se Michael Jackson, com o álbum Thriller, o mais vendido da história, e que também inventou o videoclipe moderno; a contraparte feminina, Cher, Madonna, Debbie Gibson e Cyndi Lauper, um dos principais ícones fashion de todos os tempos; Tina Turner voltou ao mundo da música lançando um novo álbum, Private Dancer, mega sucesso, além de apresentações eletrizantes ao redor do mundo. Outros cantores que se destacam nessa década são Kylie Minogue, Janet Jackson, George Michael, Boy George, Lionel Richie, David Bowie, Whitney Houston, Paula Abdul, Prince, Billy Idol, Bruce Springsteen, Laura Branigan, Roxette entre outros.


Estilos

O movimento new wave influenciou música, comportamento e artes plásticas.
O art deco tem grande valorização na arquitetura.
O heavy metal surge como grande vertente do rock.
A música eletrônica ganha identidade no final da década.
O rádio e a televisão são o principal meio de disseminação de cultura pop.


Personalidades em destaque

Papa João Paulo II na Praça de São Pedro em 1985.


Líderes políticos e personalidades

Papa João Paulo II
Leonid Brezhnev
Mikhail Gorbachev
Ronald Reagan
Margaret Thatcher
Lech Walesa
Indira Gandhi
Raúl Alfonsín
Princesa Diana
António Ramalho Eanes
João Figueiredo
Ulysses Guimarães
Tancredo Neves
José Sarney
Leonel de Moura Brizola

Desporto

Olimpíadas de Moscou em 1980
Olimpíadas de Los Angeles em 1984
Olimpíadas de Seul em 1988
Copa do Mundo do México de 1986 - campeã: Argentina
Copa do Mundo da Espanha de 1982 - campeã: Itália
Los Angeles Lakers/Boston Celtics/Washington Bullets revelam para mundo talentos como Kareem Abdul-Jabbar, Magic Johnson, Michael Jordan, Larry Bird.
Na Fórmula 1 o Brasil vence quatro vezes o mundial, três com Nelson Piquet em 1981, 1983 e 1987 e uma com Ayrton Senna em 1988.
Hortência Marcari é eleita pela imprensa americana a "Rainha do Basquete".
Brasil derrota URSS em partida histórica de voleibol no Maracanã em 1983.
Emerson Fittipaldi vence as 500 milhas de Indianápolis em 1989. Neste mesmo ano é campeão da CART.
Olimpíadas de Moscou, 1980, o ursinho Misha

Diversão eletrônica

Na década de 1980 a Sega e a Nintendo monopolizavam a indústria dos consoles e videogames. Nessa década jogos como Pac-Man, Super Mario Bros., The Legend of Zelda, Donkey Kong, Frogger, Digger, Tetris, Golden Axe e Sega Moonwalker tornaram-se populares e fazem sucesso até hoje. Foi também nessa década que ocorreu o crash dos videogames de 1983.